sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Amizade a Primeira Vista

Muito se fala de amor a primeira vista, mas de amizade, nunca ouvi falar.
Me sinto privilegiada.

A primeira impressao, e pra quem for simplista e se deixar enganar pelas aparências; não tínhamos nada em comum. Mas, se você se aprofundar, e nos conhecer mais um pouco; verá que somos almas gêmeas da amizade.

Somos muito diferentes, reconheço. Sempre fomos, e isso nunca incomodou.
Talvez porque o que temos em comum é tão forte e importante , que faz com que essas diferenças só  tenham a acrescentar mais bagagem, e, ao contrário do que acontece na maioria das vezes, não  sirva para nos afastar, e sim, para nos aproximar. Cada vez mais e mais.
Quem diria que do Marista, seria ela, a minha melhor amiga pra vida inteira?
Quem apostaria na gente?


 Essa minha amiga é reservada e cheia de mistérios.
 É demorado pra ganhar a confiança dela, mas depois que se consegue , ela é pessoa mais fiel e doce que eu conheço.
 Só agora descobriu o prazer com o estudo, e anda me dando um banho! Já foi até pra Harvard! E eu que era a responsável pelas "colas" no colegial. Ops, podia falar, Bi?


Escolhemos faculdades diferentes. Fizemos grupos de amigos diferentes. 
Moramos em cidades diferentes há mais de dez anos, e eu não lembro de ter passado um mês sem notícias.
Quando tudo apontava para caminhos opostos e distantes, nos mantivemos firmes em continuarmos amigas.
Ela acrescentou animação a minha vida, e eu, talvez tenha levado equilíbrio pra dela.


Em comum? Temos o resto todo,tudo que se sente com o coração, a começar pela nossa curiosidade pela vida, que se mantêm intacta até hoje. E a nossa sinceridade, que foi o que nos fez cúmplices.
Nossos sucessos são sempre compartilhados e comemorados.  Temos orgulho do que nos tornamos, e uma da outra.
Os momentos ruíns também são divididos, claro. Aqui não existe cerimônia.

Às vezes trocamos umas verdades , que só dela eu aceito, e só pra ela eu falo.
Nunca coincidimos,  nem o estado civil, nem a operadora do celular. Mas isso nunca foi o suficiente para nos distanciarmos.

Segredos? Temos muitos. São nossos. De mais ninguém.
Alguns ( poucos) , optamos por não dividir, como em toda relação longa que se preze.
Ligações telefônicas de madrugada? Inúmeras vezes. Geralmente sou eu quem liga. Tenho pressa de dividir com ela, meus momentos. Não quero que perca nada com a distância.
Ela, é mais discreta. Sempre foi assim. Sempre será.
E eu respeito, do mesmo jeito que ela aceita minhas manias.

Na minha festa de casamento, ela ficou até o final.
 Não podia ser diferente, depois de tantas festas que já saímos juntas, e no finalzinho!
 E eu quis que estivesse comigo no altar.





Meu pai basta me ver que pergunta : E Billy, onde está?


Billy? Tá no meu coração pai.
Tá comigo sempre.

7 comentários:

  1. Que bonita homenagem Lorena. Acho que a Billy vai amar...
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Coisa mais linda! E viva Billy. Viva a amizade!

    ResponderExcluir
  3. Lorena, sou colega de trabalho e amiga da Baixinha (é assim q a chamo)há pouco mais de 4 anos e entendi tudo q vc falou. Me emocionei por ela e por vc. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Apesar de não nos conhecermos, temos algo em comum: também compartilho da INCRIVEL, ESPECIAL, BELA, RICA E SIGNIFICATIVA amizade de Billy.
    Realmente, ter Billy por perto nos faz pessoas privilegiadas. É assim que me sinto, privilegiada.
    AMEI A HOMENAGEM, pois ela merece TUDO DE LINDO QUE PUDERMOS OFERECER.
    Saudações Fraternais,
    Dionne

    ResponderExcluir
  5. Cintia e Dione, ela é muito especial mesmo!!!

    ResponderExcluir
  6. Ló, a nossa união vem da alma!! A nossa sintonia e sincronicidade são tão grandes que essa semana pensei no que escreveria ao seu filho para que ele soubesse o quanto você é especial em minha vida, apesar da distância... meramente geográfica.

    Já que você se antecipou (um pouquinho rsrsr), direi a você:

    Loló, você me acolheu quando eu mais precisei. Nos momentos em que me senti só você SEMPRE esteve ao meu lado. Por muitas vezes foi minha irmã, mãe, amiga, professora, conselheira, tutora, protetora e anjo da guarda.

    Depois que nos reencontramos, não lembro de ter sentido mais solidão. Você preencheu muitas lacunas e além de se transformar em um bom porto seguro, me aterrissou, sendo uma âncora amiga, solidária e presente.

    Eu não sei o que seria de mim caso não tivesse te encontrado.

    Amo quando você diz uma coisa parecida com “Billy me dá segurança de ter um amigo”, me sinto muito importante!! E fico muito cheia!! rsrsr

    A sua família faz parte da minha família. Sua mãe foi, em muitos momentos, minha mãe. Morga e Fabrício tiveram muita paciência com as duas pirralhas e seu pai sempre me fez sentir bem-vinda!

    É por isso que te abuso tanto perguntando ou choramingando: “será que você não cansa de São Paulo, não?”, “será que nunca mais vamos morar na mesma cidade?”

    Sei que essa resposta não altera em nada a nossa ligação e amizade. Entre a gente sempre vai existir espaço para o silêncio confortável, no qual nada precisa ser dito porque apenas estamos presentes uma ao lado da outra, vivendo.

    Amiga, a vida tem sido generosa comigo e me dado alguns bons presentes. Sem dúvida você está dentre os mais especiais. A sua existência me faz muito feliz!!

    TE AMO!

    ResponderExcluir

Pode comentar!!!Venha prá berlinda também!



Pode demorar um pouco para seu comentário aparecer, pois ativei a moderação! Mas saiba que sua presença é muito importante por aqui.Beijos